Pular para o conteúdo principal

Postagens

é voltar pra si

Aqui ta cinza, não falo no sentido figurado, a cor é real. E como todo cinza é frio, aqui tá gelado. Enquanto leio sobre Arquitetura grega, aparece uma forte vontade aqui dentro...baseada numa saudade, ela surge depois de uma certeza de que nunca mais faria algo, ela vem sempre depois de um abandono, abandonei essa página de linhas soltas que dizem mais sobre mim do que meus olhos escuros e que se por acaso uni-las, ( elas as linhas ) formaria meu passado, reviveria a dor dos meus calos mais doloridos e sentiria aquelas minhas vontades mais profundas. Conclui que o abandono é uma chave invisível, que você só pode usar para voltar, seja pra qual for a direção - Abandono é voltar pra si - e si nem sempre quer dizer só.
Postagens recentes
Limpei e arrumei a casa inteira na chegada, como se arrumasse e limpasse a vida inteira.
Objetifiquei os problemas em cada parte e pensei: pelo menos aqui consigo por ordem.
Amanheço inexistente, sem  língua, sem som, sem imagem.
Num estado anestesiado, te repito em mim
como um ciclo sem início e sem fim



As unhas afiadas reverberam no crânio, e elas, finas e precisas trazem êxtase e sono.
Durmo, ainda que de olhos abertos, desconectada do agora, no arrepio dos pelos, um bocejo e uma lágrima.