Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2008
Eu, de desenfreado sentir
Digo não por medo, sim
Ou atiro-me na cova dos leões
De palavra sem medida ou calada
Desespero-me agora pelo próximo instante
Ainda assim reclamo devagar
Fujo com meus pensamentos
Temo os afetos
Típica, cultuo o passado, sou sem lar
Filha de Câncer
Posta próxima aos ancestrais
Tesouros em um baú de memórias
E uma fome sem final.


DaMayara Montenegro sobre Seres de Câncer. Ela definiu!

Maria e os Monstros da Felicidade que voam

Minha caderneta ao invés de letras ...
hehe a Controladoria além do dinheirinho no final do mês me rende lápis gastos ( viram isso é que é trabalho !)
Não pensem que acho bom não ( as vezes é) mas experimentem passar 5 horas sentada de cara pra um rélogio e pro chefe , não é divertido por isso mudei a posição, mas olha só a felicidade tava no coração ou na mão viram só que colorida e divertida essa ilustração !!

Satisfação

Também se tem quando você estabelece metas e consegue alcançá-las.

(...vou ali abrir a champagnekkk,tô feliz! quem me acompanha?)

Aqui às 03:47

Tem uivos.
Uma lua lá fora que não vejo.
Barulho de borracha colorida no papel , desfacelada e gasta.Foram os erros.
Cinza grafitte que mancha , mancha tudo , macha a mão , borra o mundo.
Tem dor e frio.
Tem frases e frases e músicas , músicas e trechos.
Tem o meu ''entra e sai'' de mim e do quarto.
Tem sentimento sem preço.
Um satélite que muda a cor
Vira dia e disfarça dor.

Rega a dor

Apaga, transforma, tem cheiro de vento.
Limpa , escorre , pinga , sacia por dentro.
Impede ou convida , banha o dia.

Molha , esfria , alegra , alivia.
Entristece , penetra , espalha sem cor.
Rega o verde , vitaliza , rega a dor.

Cai de noite ou de dia.
Refresca o mundo.
Me faz companhia .
É chuva é água e chia.

Punk F

Minha filha só me dá desgosto.
( Andressa não tem mesmo o que fazer)
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Achei isso uma maldade hahahaha , sempre acho essas brincadeiras tiradas com animais uma maldade mas eu não consegui não rir disso.
Asas invisíveis,eu tenho mas não é de anjo nem de diabo.Nada ligado ao bem e o mal essa coisa toda. São asas pelo simples fato de me fazerem tirar os pés do chão , invisíveis pelo simples fato de não deixarem serem vistas ,assim não posso me livrar delas. Não as vejo e nem as sinto , aliás sinto ... mas são intangíveis.Tirar os pés do chão não é ruim mas se torna quando você não consegue mais controlar até onde se vai , prejudica.Formula e reformula fórmulas que nada condizem com a realidade , aí ela vem e te corta as asas , ops!( perae corta as asas no sentido pejorativo) se fosse assim de primeira... viveria de realidade, ah! se fosse assim talvez eu viveria mais e não sofreria tanto.Sonho dói.Sonhar espanca,querer, esperar... sim sonho é espera e amor também.
Muito mais.

Da arte e suas formas

A sunday afternoon ( legal né? clica nela pra visualizar maior é mais legal ainda! )

Eu tenho guardada há algum tempo por aqui pelas minhas pastas de imagens. Achei massa essa simulação da foto , será que foi desproposital ehiuehuie lógico que não.
E aí sabem que é o autor da obra?
Ó começa com Seu termina com rat ham ham.
Eu amo impressionismo.Georg Seurat era impressionista, não é um dos meus preferidos mas eu gosto também.

Carta Aberta da Coletividade

O Catraia é um coletivo de pessoas de várias áreas do conhecimento que enxergam a cultura como um meio de agregar, estimular, potencializar e realizar mecanismos capazes de escoar, integrar e difundir produções artísticas, educativas e culturais para o benefício da sociedade onde está inserido. Sistematizado como coletivo de cultura há sete meses, agentes culturais formam o Catraia, que por sua vez forma, com outros coletivos e grupos articulados, um circuito integrador da cultura independente brasileira, o chamado Circuito Fora do Eixo. Gerido empiricamente por um regimento interno que vem sendo formulado com e para a participação de todos os seus envolvidos, o Catraia é também um grupo aberto e heterogêneo, que vê não só na criação e aplicação de metodologias, mas também na pluralidade de seu quadro, o melhor meio de alcançar seu objetivo: o fortalecimento e solidificação da cultura independente no Acre e no Brasil.Dentro de seu tempo de existência – e como toda agremiação que se pr…

Um pouco vital

Poderia não ter fim , deveria.
Tenho raiva do rubro introíto do céu chegando o dia.
Raiva porque dependo da ausência dele
pra sentir mais a vida.
Depender da ausência de algo? exato.
Diferente é depender da ausência do que não se quer
Eu não queria.
Eu dependo.
Só me sinto mais viva se!