Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011
(...) E respirar um pouco mais o ar de outra narina que não a minha, cansada, seca, exausta.
Me traz água... e deseje ler minhas imagens, falas céticas, tácitas e indelevéis.
Advinha...
Há de vir

Há de vir ar.

Essa noite sonhei desenho

Sonho desenho animado
Pássaros negros
Manchas laranjas
Fujo
Sem medo
Névoas
Um lugar conhecido
Esse céu não é daqui
Céu magenta
Eu corro
Eles pousam
Me observam, olhos corujas
Aí permaneço
Ganhei cansaço
Sonho desenho animado
Pássaros negros
Manchas laranjas
Desapareço
(...)
Que me faz rezar
Um dizer morno que aquece
Dou riso fácil
Bebo a água que o corpo esquece
Frio e camomila
Me lança a incerta certeza de uma constatação: é certo tudo o que faz bem ao coração.