Pular para o conteúdo principal

Lama!

Humm , delícia aquilo ali.Enquanto eu enfiava meus pés na lama que fazia o suco de carambolas podres do chão e o suco entranhava pelos meus dedos eu quebrava galhos secos fininhos também molhados de suco de carambolas podres caídas no chão só pra ouvir o tec- tec que fazia era bom de quebrar.Aquilo tudo fazia lama.Juntar aquele entulho não era ruim , embora tenha me rendido dores na costas mas quando sentia o cheiro doce daquilo ( carambola , terra molhada cheia de vida , galhos e raminhos da árvore , e minhocas e sabe-se lá mais o que , molhados pelo suco da carambola misturado com a terra formando uma lama gostosa! , até agora sem cocôzinhos das cachorrinhas) adentrando as minhas narinas eu esquecia tudo , e o nojo que muitos sentiriam ,e que até eu sentiria confesso porém não senti , se transformou na vontade de comer, comer aquela lama doce , ( em outros tempos , ou em outro dia sei lá sentiria tanto nojo que choraria , quando tenho nojo eu sinto vontade de chorar meu rosto sempre se prepara pra tal ato).
Embora as formigas ali fizessem um festival de ''pega o pé da thalyta'' e um pássaro soltasse seus coliformes fecais sobre a minha cabeça... eu até pensei em sentir nojo , mas aí parei e pensei: o que compõe o cocô de um passarinho ? Gente! é só frutinhas e sementinhas ( talvez não) mas não tive nojo.
E no meio do quintal de trás , com folhas secas de cupuaçu e cocôs das cadelas eu andava pisando em tudo ( exceto o cocô ! ai vontade de chorar de nojo) amassava de próposito descalça as carambolas geladinhas e escorregadias , aí a textura é demais experimentem! pisar nelas podres caídas no chão de tão maduras ao ponto de fazer lama é impar, embora tenha agora as malditas dores nas costas (de tanto abaixar e levantar pra colocá-las no saco de lixo) e o pé parcialmente empolado de picadas ( é picadas que se diz ?) de formigas , delas eu tenho raiva!, raiva não , ódio... somente por agora.Foi bom , me rendeu também esse negocinho aqui que eu nem sei como definir.

:]






Comentários

  1. lama de carambola! os gauchos não sabem o que é isso - infelizes!

    ResponderExcluir
  2. Deve ser uma delícia mesmo!
    E brincar de guerra de lama? que nem criança,demais!

    ResponderExcluir
  3. É... Tenho um pé de carambola na parte de trás do quintal, tb. Mas não a mesma coragem que vc... Faz tempo q não ando por lá.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

dá pitaco

Postagens mais visitadas deste blog

Relato sobre a viagem de férias para a Venezuela - Isla Margarita/ Valência ( Tucacas e Chichiriviche)

Como havia dito resolvi fazer um relato descrevendo a minha experiência na ilha, pois sei que ajuda muito quando queremos fazer uma viagem, principalmente para outro país, e você encontra alguém que já foi pra te tirar dúvidas e dar dicas. É claro que tudo que eu vou dizer será baseado na forma que fui, quem contratei etc, cada terá uma experiência diferente. Neste relato separarei os temas por tópicos, desta forma você só ler o que lhe interessar ;)
Documentos necessários RG –  você precisara dele para tirar sua “permiso”, uma ficha com seus dados, carimbada na fronteira pela Instituição Venezuelana chamada SAIME. Passaporte não é necessário pois a Venezuela é um país integrante do MERCOSUL, leve ele somente se você estiver sem RG, ou se seu RG tiver com a data de emissão vencida( ter mais de 10 anos)
O permiso será um documento que você apresentará em vários lugares ( barreiras rodoviárias, hotéis, na entrada de alguns parques etc) portanto cuidado para não perder, caso isso aconteça, …

Da Arquitetura e suas formas -Memorial descritivo do Terminal Rodoviário.

A Rodoviária que idealizei apresenta elementos que vão além da sua principal função que é locomoção interestadual. Apresentando dois pavimentos ela conta com serviços voltados ao cidadão, caixas eletrônicos, correios, posto de vacinação, salão cultural e uma ampla área destinada à alimentação, todos esses serviços levam cultura e lazer para os moradores do bairro servindo como uma opção de entretenimento daquela região. Para os que os futuros passageiros ou recém chegados a rodoviária apresenta estrutura que atende-os confortavelmente, contando com balcão de informação, saguão de espera amplo com vista para as saídas e chegadas de ônibus tanto no térreo quanto no pavimento superior.Para aqueles que ainda estão em viagem o edifício oferece, sala de espera e banheiros com a estrutura necessária para que o usuário usufrua-o da melhor maneira. Os funcionários trabalharão em espaços bem pensados e dimensionados de acordo com as suas rotinas de trabalho, funcionários da limpeza terão sala p…
As unhas afiadas reverberam no crânio, e elas, finas e precisas trazem êxtase e sono.
Durmo, ainda que de olhos abertos, desconectada do agora, no arrepio dos pelos, um bocejo e uma lágrima.