6 de julho de 2008

Seria útil a espera inerte?

Pelo prazo de vigência
Seriam 6, os anos que não esperei
Não esperei
Não esperamos
6 em um dia
Tolice
Foram 6 , os meses
Uma vida
Envelheci anos
Nasci mil
Vivi
Tive gotas de felicidade
Descobri
20 , a idade que mais lembro
depois dos 5 aniversário colorido
21 a que eu dispenso
Não preciso mais , tô farta dos anos
dos meses , dos tempos , das horas
Eu parei no tempo
Ele tá passando e eu não tô vendo pra onde ele corre
Parada reflito e observo
Eu não vou chegar no mesmo lugar sempre
E nem quero morrer na praia
Em slow
Prefiro assim , o tempo voa do mesmo jeito
não depende de mim
Vá e esquece de me arrastar
Um dia eu alcanço
Mas eu vou devagar
Não precisa me esperar
De nós nenhum esperou
Mas será que...
Seria útil a espera inerte?
Eu respondo com medo e sem certeza alguma: não seria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

dá pitaco