21 de julho de 2008

O que há

Impotente potência
Insustentável leveza de ser
Indescritível forma de viver

Anestesiada, não sinto o ar nas narinas
Tenho saliva no lugar de estômago
Foi devorado
Sou auto-destrutiva

Indefinível a falta de voz
Surdez por tanto ouvir
Esforço pra esquecer é por torturosamente lembrar
A vida arde, esmaga, pisa e põe a mão na minha boca
Fiquei muda

6 comentários:

  1. Sobreviver é um exercício de resistência. Ou você suporta ou a vida te mastiga.

    ResponderExcluir
  2. sobreviver já é resistir.
    viver é se permitir eu acho , o que também é díficil.

    ResponderExcluir
  3. ai ai ai ai ai (ou suspiro constante e impaciente)

    como diria tia Jolita: a vida nao tem dentes - é uma velha banguela.e ganha de ti por muito babar. tia jolita sempre foi antipatica.

    ResponderExcluir
  4. então tenho que babar mais pra ganhar da velha é isso ?
    ehiauhiua
    tua tia tem o nome legal o nome da minha é lilinha e não conheço nenhum pensamento sobre vida vindo dela.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

dá pitaco