7 de março de 2009

Vos digo

No lugar de cabeça, pedra.no hálito o álcool.na cozinha uma raiva matinal.o telefone na cara.a aula perdida.no estômago,saliva.mal entendido na língua.o ódio do inexplicavél.uma briga na família.na minha ciência a confissão: sou junkie.por elas sou querida.se pareço nula,permito que de mim arranquem o amor que se deseja.o querer igual que se cobra.um tanto , um troco que seja.meus sorrisos são também seus, não unicamente,pois tenho outros mundos já disse.não me cobrem.de mim arranquem que eu permito e só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

dá pitaco