4 de abril de 2009

15º

Um tédio maior do que aquele retratado nos olhos da senhora que acompanha o bebedor de absinto na tela do Degas.Aliás esse é um dos quadros mais desconceituado do Edgar já que não tem a leveza que ele usa nas pinceladas das suas recorrentes bailarinas, é um dos meus preferidos.Eu adoro impressionismo e repito.

Um comentário:

dá pitaco