12 de abril de 2009

19º

Enquanto eu beliscava o plástico bolha, espocando nas pontas dos dedos e ouvindo o estalar que fazia,eu me orgulhava de tudo.Sentia calor,derretia,sentia frio,ria por dentro,desviava o olhar dizendo comigo: eu já sei! já li o que é pra ser lido no ar,eu sou ótima em ler sinais.Ainda bem que eu tenho o tempo,todos nós temos.Durmo noite acordo tarde, depois da culminação solar, levanto depois do ritual de abrirosolhosdeitarnabordadacamafecharosolhosatécriarcoragem então vivo de vez.E ele me manda uma música me fazendo prometer não chorar.
+ é o que isso?
- é um blues transbordando feeling por todas as notas...
- não chore viu?

e eu não chorei.

Um comentário:

  1. Gosto muito de como você constrói os textos, de como expõe os pensamentos, da forma como você chega ao assunto. O desenho todo é bonito.
    Voltei a ler agora, estou mais tranquilo, posso absorver mais coisas. Estava muito corrido, vida de luco. No momento estou relaxando, lendo, vendo mais filmes, escutando muita música... aliás... você tem que conhecer sons Pernambucanos e me mostrar o que está acontecendo musicalmente por aí. Quando eu tiver mais tempo na net eu falo contigo sobre meu projeto praí... to bastante animado com ele, eu acho que você também vai gostar...

    Bom, é isso, sou e continuarei seguidor destas palavras...

    xerão pra tu

    =*

    ResponderExcluir

dá pitaco