10 de abril de 2009

Dos fios

(...)e eu acordava com os braços fazendo sombra nos olhos na tentativa frustrada de negar a manhã pois não queria sol tampouco dia.Trancava os olhos, lutando contra o meu corpo todo, era sempre assim, eu odiava aquela luz difusa vinda do horizonte,aqueles momentos intróitos.Forçava sono como se aquela tortura me fizesse retroceder horas,voltar no tempo.E eu ficava lá esmagando as retinas com as pálpebras por algum tempo até não lembrar até quando isso tudo ia e então dormia(...)

2 comentários:

  1. Tem gente que vive fazendo isso na frustrante tentativa de adiar a vida desgostosa que leva. Melhor não seria mudar de uma vez?

    ResponderExcluir
  2. [...]pra forçar a barra.
    e sonhar mesmo sem querer,
    que o mundo é perfeito
    e que todas as pessoas são felizes.

    ResponderExcluir

dá pitaco