Pular para o conteúdo principal

Sobre Skylines e Torres

Assim como as catedrais góticas tinham a ânsia de chegar aos céus com seus arcobotantes e contrafortes para mostrarem toda a imponência e poder do clero no final da Idade média ínicio do Renascimento numa tentativa de chocar,recuperar fiéis,mostrar ''quem ainda mandava'' os Skylines e Torres dos dias de hoje teem, ao meu ver,quase o mesmo objetivo.As megaempresas procuram ''arranhar céus'' como nunca se arranhou, pra que a sua estrutura física fique diretamente proporcional à sua importância, ao seu sucesso,à sua riqueza.Não é mais incomum ,nem por aqui pela América do sul,o aparecimento dessas megaconstruções,que segundo Jean Nouvel( arquiteto power, responsável pela Torre Agbar e outras) e mais centenas de arquitetos especialistas nesse tipo de edíficio, são projetos nervosamente procurados por empresários que teem em mente esse desejo em comum:terem suas filiais ou sedes cada vez mais verticais.
Apartir daí nasce a disputa velada entre arquitetos e seus parceiros da engenharia pelo projeto mais inovador,sustentável e com a escala mais descomunal possível,é claro.Surgem desafios , tanto pessoal por parte dos arquitetos, engenheiros,especialistas em solo quanto pra própria arquitetura pois ela também se desafia, pra mim a arquitetura é um eterno desafio quando analisada por essa ótica comercial, arquitetos que conseguem grandes clientes através de concursos disputadíssimos.A correria dos grandes escritórios é uma coisa muito louca e linda(arrepios).
Os skylines teem vantagens que vão além da busca de inovações, da quebra de fórmulas,da despadronização de tipologias,( pois durante um bom tempo não víamos projetos novos, em se tratando de grandes edificações tínhamos sempre a mesma tipologia, cópias das cópias, um control C control V, vergonhoso) e da disputa de egos dentre os profissionais, os skylines são elementos eficazes pra muitas patologias urbanas, uma delas é a elevada urbanização e ausência de vazios urbanos como é o caso de Hong Kong e outras centenas de lugares como a França, Espanha e a própria São paulo porque não?A verticalização das cidades é uma das, senão a melhor alternativa para o crescimento exacerbado do meio urbano.
Numa das últimas aulas de estruturas especiais que tivemos na faculdade assistimos um documentário fascinante sobre skylines, obras grandiosas e sistemas construtivos idem o DVD é de encher os olhos,te faz pirar e se sentir um NADA hahaha um cocôdomosquitodocavalodobandido.É tão deprimente quanto inspirador.Vou ficar devendo o nome do Documentário não achei na web, mas prometo adicionar um link assim que eu souber pois vale a pena.Fica a dica pros simpatizantes e pros meus futuros parceiros.

Comentários

  1. Sempre me deixa confusa o crescimento vertical, sei lá, tenho um medo incompreensível de obras gigantes, arranhando o céu.

    ResponderExcluir
  2. Ei, White riverANA.

    Tenho um certo medo de coisas que tentam arranhar o céu.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

dá pitaco

Postagens mais visitadas deste blog

Relato sobre a viagem de férias para a Venezuela - Isla Margarita/ Valência ( Tucacas e Chichiriviche)

Como havia dito resolvi fazer um relato descrevendo a minha experiência na ilha, pois sei que ajuda muito quando queremos fazer uma viagem, principalmente para outro país, e você encontra alguém que já foi pra te tirar dúvidas e dar dicas. É claro que tudo que eu vou dizer será baseado na forma que fui, quem contratei etc, cada terá uma experiência diferente. Neste relato separarei os temas por tópicos, desta forma você só ler o que lhe interessar ;)
Documentos necessários RG –  você precisara dele para tirar sua “permiso”, uma ficha com seus dados, carimbada na fronteira pela Instituição Venezuelana chamada SAIME. Passaporte não é necessário pois a Venezuela é um país integrante do MERCOSUL, leve ele somente se você estiver sem RG, ou se seu RG tiver com a data de emissão vencida( ter mais de 10 anos)
O permiso será um documento que você apresentará em vários lugares ( barreiras rodoviárias, hotéis, na entrada de alguns parques etc) portanto cuidado para não perder, caso isso aconteça, …

Da Arquitetura e suas formas -Memorial descritivo do Terminal Rodoviário.

A Rodoviária que idealizei apresenta elementos que vão além da sua principal função que é locomoção interestadual. Apresentando dois pavimentos ela conta com serviços voltados ao cidadão, caixas eletrônicos, correios, posto de vacinação, salão cultural e uma ampla área destinada à alimentação, todos esses serviços levam cultura e lazer para os moradores do bairro servindo como uma opção de entretenimento daquela região. Para os que os futuros passageiros ou recém chegados a rodoviária apresenta estrutura que atende-os confortavelmente, contando com balcão de informação, saguão de espera amplo com vista para as saídas e chegadas de ônibus tanto no térreo quanto no pavimento superior.Para aqueles que ainda estão em viagem o edifício oferece, sala de espera e banheiros com a estrutura necessária para que o usuário usufrua-o da melhor maneira. Os funcionários trabalharão em espaços bem pensados e dimensionados de acordo com as suas rotinas de trabalho, funcionários da limpeza terão sala p…
As unhas afiadas reverberam no crânio, e elas, finas e precisas trazem êxtase e sono.
Durmo, ainda que de olhos abertos, desconectada do agora, no arrepio dos pelos, um bocejo e uma lágrima.