10 de maio de 2009

A carta

Primeiro se ache,se encontre, se sinta, vai-te a casa do caralho! e retorne com mudanças, sejam elas quais forem,se boas.Que seja pra melhor caso contrário por lá permaneça e mostre fotos que respondem o que tuas respostas omitem.Distorce esse braço! amarela! onde tu vê fraqueza eu vejo a tua libertação.Diz tudo e bate no peito que eu digo tudo batendo palmas e continuarei vendo os dois lados da moeda, sei que é à mim quem procuras quando há falta de argumento, deixe-as, tu precisa delas, deixe que falem mas também diga, esquece quem é teu pai, te orgulha da tua mãe! que mexe com cabelos,ela é quem sabe das coisas.Nas conversas antigas que tínhamos, ela te descrevia inteira,ela tem visão! arranque delas os olhos!que tu cresce,pois pra mim tu sempre será aquela criança clara usando galochas,criada pela vó na casinha de pau-a-pique no interior do centroeste do país,mimada demais, odeio isso, te muda!De inerte basta eu e tu sabe como é lendo, sabe como sou, só de ler essa carta que nem chegou a ser mandada, daí tira-se, daí prova-se.Faço chorar, choro, escrotizo sim, não me julgues pois fui envenenada pelas verdade delas,e não as desconsidero,por mais que doa.Traga as tuas!
Saiba que ainda tem espaço na minha vida, tem resquícios pelos 3 anos de labuta.Eu não esqueço minhas mémorias são intensamente memoravéis.Nasci em julho.E ainda vamos à Portugual [ talvez][...]

5 comentários:

  1. Eu também, achei tão lindo e tão forte!
    o/

    ResponderExcluir
  2. Nem preciso dizer que tá ótimo. UM Q de indiretas creio eu...rs Mas o template tá muito pesado! rs

    ResponderExcluir
  3. sim. verdade é verdade.
    ser sincero requer cuidado sim. ♪♪
    mas convenhamos que a sinceridade tem
    direito de ser uma exceção a regra.

    belo post Thalyta.

    ResponderExcluir
  4. Eitah, muitas diretas, se for o que estou pensando..
    Mas é assim, "faz parte" e é dificil.

    ResponderExcluir

dá pitaco