14 de junho de 2009

Dia 12

Ela tinha a voz rouca e difícil por ser fumante,voz de ''Nair Belo'', carregava rugas e olheiras devido os plantões que dava na delegacia.Dividia os casos, BO'S,atendimento ao público,ligações, chamados do rádio com dois companheiros...
- Delta,copiou.(...)
-Dizem que foi mais outro furto, acho que foram os mesmos ladrões,estavam de moto.. e levavam mais outras 2 bolsas...(..)
Pensei e falei,filhos da puta,esses mereciam morrer, eu não posso andar armada ó , disse eu, eles riram, e eu também.
A velha tinha sono como se todas as noites mal dormidas estivessem refletidas nos olhos.Ela em meio as buscas e chamados e eu ali do outro lado do balcão, bufando de ódio pela lerdice e me perdendo em questionamentos...
-Caralho! porque eles põem esses velhos pra trabalhar aqui?, acho que o empregado deve ter agilidade...nada contra os mais velhos, mas contra a ausência de agilidade,pra quê uma lista desse tamanho de perguntas ?.. devo dar até a cor dos meus olhos, quando pedirem a cor dos meus? terei que dizer, um castanho e outro preto?eu odeio BO'S, eles não vão atrás das coisas roubadas porra nenhuma...
-Próxima?
Quem me atendeu foi um tal de Saad, ele era quase surdo...todas as informações que dei, foram repetidas no mínimo 2 vezes... ele nunca entendia de primeira!(ódio)
(nomecompletoDNA,tamanhodasunhas,cmdoscabelos,pensei exagero...rs)
-Teu CEP? sabe?
69914370....
-hmm, trezentos é o que?
70 ( respiro)
-O sistema não tá achando... o nome da rua que você me deu..., rua o que mesmo?
É Abelha, das Abelhas qualquer coisas assim ninguém nunca decide...
-Tu não sabe o nome da rua que tu mora?
-Sei! e esse que tou lhe dando.. se o sistema não acha me desculpe, pois é assim que chegam as contas de casa...na prefeitura tá assim..
-Hmmm, tá achando não..
Muda o nome do bairro então..
-Agora deu, não sabe o nome da própria rua..( seguido daquele tipo de risada que tem o dom de me fazer raiva)
-Ocupação?
Estudante... ensino superior incompleto...
-Hm uma maneira de dizer que não faz nada né?( risada)
Respirei fundo e disse '' não faz nada né'', tá certo.( se eu fosse ele não faria esses comentários à alguém na TPM)
Ele usava óculos, do jeito que velho gosta, na ponta do nariz quase caindo, sabe? aquela maneira, desajustada no rosto de forma proposital, usava uma jaqueta de ''couro'' e catava as teclas do teclado batendo com tanta força nelas que eu podia ouvir as coitadas gritarem cada vez que notavam as suas mãos vindo em direção à elas.
-Esse sistema é chato mesmo, se eu deixar uma coisinha o BO não conclui..
Hmm
-Eu não tenho raiva do computador, não... eu tenho raiva de quem inventou hahaha.
Sei(o problema não é a máquina e sim o operador)
-Agora imagina tenho que fazer isso todo dia...
Logo em seguida a velha se manifesta.
-Ainda dizem que não fazemos nada! que a gente vem pra cá pra dormir... falam desse jeito.
Acendendo o cigarro barato e indo em direção a porta da delagacia, por onde entrava um vento frio de fazer arrepiar o braço, junto dele toda a fumaça do cigarro que ela fumava.
Finalmente o BO ficou pronto, com mil dados errados mas eu já não queria saber disso, já eram quase 2h eu queria cama... e cobertor, voltamos no carro que tinha o o vidro quebrado por aqueles vagabundos,sentada em vários cacos pequenininos de vidro que me deram alergia...igual a que a fibra de vidro dá.Concluindo que alarmes não adiantam mais, não adianta alarmar ou nunca adiantou,não adianta.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

dá pitaco