1 de abril de 2009

14º

Gostando de ser calma,viciada em calmantes pois não vivo em nuvens,meu caro,eu vivo batalhas dos céus infinitas com mundo, dia após dia porque é assim que danço a música é assim que tem que ser.Me enfrento com perna, pés, mãos,munquecas, espírito e cérebro.Não tomo banho de mândria pelas manhãs muito menos me visto de bondade.Prefiro folhas secas no chão,por respeito ao tempo que lhe envelheceu porque nem tudo que apresenta viço possui mérito,eu tenho horror à folhas verdes,que sede é essa de sentir o chão?Prefiro pétalas de rosa em sépia perdidas por entre folhas de caderno do que bouquet fresco.Dou um chega ao surreal.Minha paleta de vida pede tons terrosos.Preciso de reza, preciso de quem preza pelo bem do lado que é meu, me benzo à cada momento, três, quatro vezes.Gosto do velho,prefiro o betume.Eu sujo cores.Até ontem colecionava horrores, cansei dessa paixão titânica por baús.

4 comentários:

  1. "Preciso de reza, preciso de quem preza pelo bem do lado que é meu, me benzo à cada momento, três, quatro vezes". ---LINDO---

    Gostei do novo Layout...

    Sem mais palavras... Beijos Cataventesticos...
    rsrs

    ResponderExcluir
  2. o novo é sempre uma reaproveitação do que já existe em algum lugar. Plágio mesmo. Podem elogiar o quanto quiserem as novas bandas, as novas tecnologias, as novas pessoas... Mas eu ainda prefiro as que vieram antes.

    ResponderExcluir
  3. Acabo de descubrir o seu blogue e prometo visitar constantemente. Leve um abraco forte.

    ResponderExcluir
  4. adooorooo ler seu blog!!!!!!!!!!
    me inspira!!!!
    rsrsrsrsrrs


    =)

    ResponderExcluir

dá pitaco