3 de maio de 2009

Então entrou-se num mundo sem fronteiras, entremeados em menções téoricas que objetivava a busca incessante por justificativas de atos, e essas teorias eram compreendidas e as vezes adicionadas,seguidas por um amém, num quase compasso... mas que de tempos em tempos tombavam-se , caiam por terra uma à uma das incontavéis e incontrolavéis vezes.Deve haver bíblia, deve haver um cálice sagrado ou santo graal!não toquem! que é de marfim!.Dentre tudo isso uma pergunta: aonde está toda aquela humanidade que fora tão falada?pois para julgar a maldade imprópria precisa-se vestir-se de santidade ou seria de um alto grau de atrocidade?
psicopatismo:defino; é a arte de não sentir nada deve ser isso que fazem e esquecem que também teem um cu(não tem acento) para se olhar,olhem pro próprio! como? de cócoras usando espelho.Francamente,ôh política.

Um comentário:

dá pitaco